• Roberto Kirizawa

VEGETARIANO POR 30 DIAS – Foi fácil?

Tempo de leitura: 6 minutos



Chegou a hora de te passar como foi minha experiência em passar vegetariano por 30 dias.

Como atualmente estou passando uma temporada aqui no Japão, existe um pequeno inconveniente de que praticamente não existem restaurantes ou comércios voltados para este tipo de alimentação.

Mas como você poderá ver, para tudo a gente dá um jeito quando está focado.

Atenção

Primeiramente devo deixar bem claro que não estou criando este conteúdo com o intuito de dizer qual é o tipo de alimentação ideal.

A ideia é eu explorar outras possibilidades que tenho como forma de me alimentar para ver quais resultados que terei.

O estilo de vida minimalista faz isso com a gente.

Temos a necessidade de repensar nosso status quo, ou seja, entender onde estamos e refletir para que direção queremos seguir.

Ah, e claro, não posso deixar de comentar que sempre que for realizar mudanças que possam afetar sua saúde, é necessário estar realizando a consulta com o profissional da área.

De vegano para vegetariano

Não sei se você sabe, mas já fiz a experiência em passar 30 dias vegano.

E logo após esta experiência, eu já comecei esta de passar vegetariano por 30 dias.

A ideia foi sentir a diferença básica entre a opção de se alimentar como vegano e como vegetariano.

Aproveitei que tinha acabado de ter uma experiência alimentar bem restritiva para então experimentar um outro tipo de alimentação que apesar de ter a restrição de não comer carne, já não era tão desafiadora como a anterior.

Seria mais fácil assim, do que voltar a me alimentar comendo de tudo novamente e só depois realizar esta experiência como vegetariano.

Como foi a experiência como vegetariano por 30 dias

Me senti bem à vontade com este tipo de alimentação.

Como eu sempre digo, a dificuldade de uma experiência varia de acordo com o ponto de vista.

Tenho plena convicção de que se tivesse feito esta experiência sem antes ter ficado vegano por 30 dias, seria bem mais difícil.

Porém como eu já havia passado por algo mais desafiador a sensação era de que eu podia me alimentar de forma mais livre.

Ou seja eu tinha mais opções de alimentos a minha disposição.

Alimentos que eu podia comer

Passei a poder me alimentar com alimentos que antes, como vegano, não eram permitidos, como:

  1. Leite e derivados;

  2. Mel;

  3. Ovos.

O que me deixou muito feliz, por ter sentido bastante falta do queijo.

Aproveitei para comprar muito queijo.

O queijo por aqui no Japão é um tipo de alimento bem caro, comparado ao Brasil.

Então eu esperei para ter a oportunidade de ir para uma cidade de maior porte, aqui na minha região, e só então comprar todos os queijos em um mercado americano, com um preço bem mais em conta.

Fora isso, poder inserir os ovos na alimentação facilitou muito minha ingestão de proteína.

Surpresa

Tive uma surpresa ao começar me alimentar com o leite e derivados.

Percebi que o inchaço da barriga que eu não estava mais sentindo comendo como vegano voltou a aparecer quando eu ingeria estes tipos de alimentos.

Foi uma coisa boa e ruim ao mesmo tempo.

O lado bom é que eu pude conhecer melhor o meu corpo e suas reações com determinados alimentos.

E o lado ruim foi de que percebi que é melhor eu dar uma contida na ingestão dos alimentos à base de leite e derivados.

Eu adoro queijo e isso me deixou um pouco triste.

Mas, é necessário entender que existem limites que o corpo demonstra que temos que aprender a entender e respeitar.

Como foi minha alimentação sendo vegetariano por 30 dias

Durante a experiência de vegetariano por 30 dias foquei para me alimentar basicamente em casa.

Apesar de ser difícil encontrar lugares para veganos e vegetarianos comer no Japão, temos bastante possibilidades de comprar alimentos nos supermercados que são a base de uma alimentação tanto vegana como vegetariana.

Por exemplo temos por aqui o natô, que é a soja fermentada.

É um ótimo probiótico, e é um dos poucos alimentos que possui a vitamina K, tão difícil de se encontrar em qualquer tipo de alimento.

Por aqui no Japão também é normal comer o tofu, que é conhecido por nós brasileiros como queijo de soja.

Existem uma enorme gama de vegetais em conserva, que se tornam ótimos probióticos também.

Por isso, em aproveitei destes tipos de alimentos que são fáceis de encontrar nos mercados para fazer minhas refeições em casa.

E um detalhe muito importante é que são alimentos com um preço bem acessível por aqui.

Por isso, como eu já estava anteriormente no esquema de vegano, não foi muito difícil experimentar ficar vegetariano por 30 dias.

Aliás, em muitos dias eu acabei me alimentando com pratos que eram veganos.

Pois tudo que é vegano também é vegetariano.

Porém o inverso não é verdade.

Os efeitos da alimentação vegetariana no meu corpo

Como eu disse no relato como vegano, apesar destas experiências não terem o foco no emagrecimento, acabei emagrecendo 4 quilos durante os 30 dias vegano.

E agora passando vegetariano por 30 dias, acabei emagrecendo mais 2 quilos.

Como estou com um certo sobrepeso isto está vindo bem a calhar.

Mas meu foco principal é perceber o que eu sentiria melhorar no quesito disposição e claridade mental.

Quanto ao foco e disposição senti uma boa melhora.

Eu sempre tive facilidade para realizar trabalhos mentais que exigissem uma grande quantidade de tempo focado, e agora consegui aumentar significantemente esta qualidade.

Tenho mais disposição para acordar, pois acho que minha noite de sono agora é mais tranquila.

Inclusive minha esposa disse que praticamente não ronco mais, coisa que ela reclamava com uma certa frequência.

Vou continuar como vegetariano?

Após esta experiência, pretendo continuar me alimentando como vegetariano.

Me senti bem assim e não senti que estava tendo que fazer um esforço fora do normal para me alimentar desta forma.

Fora que só de pensar na possibilidade de estar ajudando na causa de proteção aos animais contra os abusos da indústria, para mim faz todo o sentido.

Não posso dizer que esta é uma escolha para sempre, mas pelo menos é a decisão que me deixa feliz e satisfeito neste momento.

E aí? Gostou desse conteúdo? Então se inscreve no canal e aproveite para clicar agora no sininho para ser notificado sobre os novos conteúdos como este que estarei disponibilizando para você.

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#saúde #vegetarianopor30dias

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo de leitura: 9 minutos Você sabe como é ser vegano? Por quê as pessoas se tornam veganas? Então fica comigo que além de te explicar tudo isso ainda vou te contar minha experiência passando 30 dia

Tempo de leitura: 5 minutos The Game Changers, que traduzindo passa a ideia das coisas que mudam o jogo, é um documentário de 2018 que estreiou no catálogo da Netflix em outubro de 2019. Ele basicamen