• Roberto Kirizawa

USE O FENG SHUI EM SUA CASA MINIMALISTA

Atualizado: 3 de fev.




O Feng Shui é uma arte milenar, originada na China.

Ele nasceu através da observação da natureza.

Percebendo que as plantações reagiam de formas variadas quando plantadas em diferentes tipos de terrenos e localizações, como também na escolha dos lugares para fazer a moradia, que se percebia efeitos positivos ou negativos de acordo com o local escolhido, foram chegando a determinadas conclusões que deram origem ao Feng Shui.

Apesar de ter sido criado a mais de 4 mil anos atrás, seus conceitos mantém-se super relevantes.

E o mais interessante é que muito do conhecimento do Feng Shui pode ser utilizado na hora de decorar e organizar sua casa de forma minimalista.

Desta forma você conseguirá unir os melhor dos 2 mundos.

Ou seja, ter uma casa organizada de forma minimalista, que atrai a prosperidade em diversas áreas da sua vida pelo uso do Feng Shui.


Conceitos do Feng Shui

Para os chineses a casa é uma projeção dos seus proprietários.

Portanto, se a casa está suja e bagunçada, ela apenas está refletindo o estado de espírito das pessoas que nela vivem.

É importante saber que o exterior interfere o interior, como o inverso também é verdadeiro.

Conforme o tempo foi passando o Feng Shui foi se dividindo em várias escolas.

Mas a essência continua a mesma:

Harmonizar os ambientes da casa para que a energia possa fluir corretamente e atrair prosperidade em várias áreas da vida.

Pontos em comum entre o Feng Shui e uma casa minimalista

1- Destralhe

Para o Feng Shui, é muito importante eliminar tudo que não tem utilidade e que esteja parado por muito tempo.

Por isso, torna-se necessário executar de tempos em tempos uma boa limpeza, desapegando das coisas que não são mais usadas ou deixaram de ter importância em sua vida.

E no minimalismo é pregado exatamente a mesma coisa.

Portanto, neste item podemos ver neste quesito total aderência entre o Feng Shui e o minimalismo.


2- Organização

No Feng Shui cada coisa deve ter sua utilidade em sua vida.

E além disto, também deve ter seu lugar próprio para ser devidamente guardado.

Mais uma vez podemos ver que o minimalismo conversa a mesma língua do Feng Shui.

Como eu já comentei diversas vezes aqui no blog, no tema destralhamento visual, é muito importante entender que se uma coisa não tem utilidade em sua vida, você não deveria estar com ela.

Fora isso, ainda comentei que existem coisas que não possuem lugares próprios para serem guardadas, é bem provável que estas coisas devam ser desapegadas.

Logo, vemos mais uma vez que estes 2 mundo se conversam perfeitamente neste caso.


3- Sapatos no hall de entrada

No Feng Shui não se pode deixar os calçados em baixo da cama.

Pois consigo eles trazem para dentro da casa energias densas.

Isto pode atrapalhar o descanso e recuperação do nosso corpo.

Já no minimalismo, podemos ver que está se tornando prática recorrente deixar os sapatos em uma móvel no hall de entrada.

Então se usa apenas uma pantufa ou chinelo próprio para isso.

Desta forma facilita a limpeza da casa e também auxilia na higiene.

Assim, podemos identificar que o minimalismo também consegue se aderir bem em mais este quesito.


4- Iluminação

No Feng Shui é importante ter janelas que facilitem a entrada da iluminação natural do dia, principalmente do sol da manhã.

A luz do sol da manhã tem grande poder energético benéfico para o ambiente da casa.

Mesmo quando se tem a devida iluminação através de janelas, torna-se necessário providenciar a iluminação artificial mesmo.

E no minimalismo podemos constatar que existe a tendência de se utilizar a decoração escandinava ou a japandi.

Em ambas, os ambientes são bem clean, e geralmente as paredes são brancas ou clarinhas.

Tudo isso para auxiliar, juntamente com janelas adequadas, que o ambiente fique claro e aconchegante.

Novamente podemos verificar mais um ponto em comum entre o Feng Shui e o minimalismo.


5- Plantas

No Feng Shui as plantas são mais do que bem vindas, são necessárias.

Elas possuem a propriedade de equilibrar as energias dos ambientes.

E no minimalismo, como eu já comentei em vários artigos, as plantas podem ser usadas à vontade para decorar os ambientes.


Conclusão

Como você pode constatar existe uma grande aderência entre o Feng Shui e o minimalismo usado para decorar e organizar uma casa.

Desta forma é possível conseguir ter uma casa destralhada e organizada que atraia sempre bons fluídos e prosperidade para todas as áreas de sua vida.

Mas é claro que nem todos os pontos entre o Feng Shui e o minimalismo são coincidentes.

Existem certos conceitos que precisariam ser adaptados para se ter 100% de aderência entre o Feng Shui e uma casa minimalista.


Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.


Muito obrigado e até a próxima.




#fengshui #casaminimalista

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo