• Roberto Kirizawa

Reserva de Emergência | O que é e para quê serve

Tempo de leitura: 9 minutos


Hoje vamos conversar sobre a reserva de emergência. Se você quer saber o que é, para quê serve, qual valor juntar, como conseguir criá-la, e por fim, onde aplicar, fica comigo até o final que vou te contar tudo. Dificuldades financeiras são uma das coisas que acaba com o sono de qualquer de pessoa. O endividamento ou falta de dinheiro afeta o humor e muitas outras áreas da vida de todo mundo. A melhor forma de evitar passar perrengues como esse é criar sua reserva de emergência. A reserva de emergência além de causar essa paz de espírito, pois você tem a tranquilidade de estar amparado em um momento de necessidade, ainda gera o efeito de se aprender a poupar dinheiro.

O que é reserva de emergência

A reserva de emergência é um determinado valor de dinheiro que você poupa até chegar em um valor que vai te dar a tranquilidade de te amparar em momentos de dificuldades financeiras. Sabe aqueles momentos em que aparecem despesas inesperadas, que você não estava esperando? O bom disso é que na hora em que o imprevisto acontece não será necessário recorrer à bancos ou empréstimos com juros. Até porque, os juros só são bons quando estão a nosso favor, no caso de investimento. Caso contrário, ele pode ser seu pior inimigo.

Para quê serve a reserva de emergência

A reserva de emergência deve ser usada, como o próprio nome diz, somente em caso de emergência. Mas não vá pensando que precisar de dinheiro para fazer uma viagem, trocar de carro ou comprar um presente é uma emergência. As situações que geralmente são necessárias o uso da reserva de emergência são:

  1. Ficar desempregado: aí é necessário usar a reserva de emergência durante o período de tempo necessário para recolocar-se no mercado de trabalho;

  2. Quando precisar de tratamentos médicos que o convênio não cubra;

  3. Problemas na moradia como um vazamento, não é reforma tá;

  4. Problemas no carro que usa para trabalhar;

  5. E coisas similares.

A reserva de emergência auxilia a lidar nestes momentos em que acontecem um imprevisto. Nesta hora você poderá contar com ela para ter a segurança financeira necessária e lidar a situação com calma, evitando de afetar seu orçamento normal.

Quanto dinheiro é necessário juntar para a reserva de emergência

Após estar ciente da importância de se criar a reserva de emergência, chegou a hora de saber o quanto se deve juntar com esta finalidade. Apesar de ser difícil estimular um valor ideal, é aconselhável guardar um valor que vá cobrir seus gastos mensais de 6 a 12 meses. Quando eu digo gastos mensais quero dizer todo o dinheiro necessário para te manter durante 1 mês. Devem ser incluídos todos os gastos.Não apenas aluguel, alimentação, água, luz e gás.Lembre-se do valor do condomínio, da mensalidade da escola, dos impostos como IPTU e IPVA e tudo mais que de alguma forma faz você desembolsar dinheiro no mês. A partir do momento que você sabe o valor do seu gasto mensal, aí sim, basta multiplicar por 6 a 12. Sei que você deve estar se perguntando: mas como devo escolher entre 6 a 12 meses de despesas? Isso vai depender do tipo de emprego que tem, e também com o seu perfil. Pessoas com empregos estáveis como funcionários públicos tendem a ficar tranquilos com uma reserva de emergência para atender 6 meses de gastos. Agora, pessoas com empregos instáveis, com renda variável, acham melhor se precaver e guardar dinheiro suficiente para 12 meses de gastos. Entendeu a lógica?

Como fazer para poupar o dinheiro necessário

Sei que você deve estar pensando: mas como farei para juntar essa reserva de emergência se o que ganho mal dá para pagar minhas contas? Então vamos lá, deixa eu te dar algumas dicas. A primeira coisa a se fazer é começar a ter um controle maior sobre as finanças pessoais. Existem diversos gastos que se acaba abraçando dentro do orçamento mensal, mas de pouco em pouco acabam comendo um valor bem representativo da sua renda. Por exemplo: você paga taxa de manutenção de conta corrente no seu banco?Se for o caso, você pode negociar para deixar de pagar, pedindo a exclusão do pacote de serviços, deixando apenas os serviços essenciais. Ou até mudar para um banco que forneça estes serviços gratuitamente. Outra coisa comum é pagar a anuidade de cartão de crédito. Hoje em dia com tantas opções de cartões sem anuidade, é um descuido com seu rico dinheirinho fazer isso, né. TV por assinatura é um luxo que deixei de pagar a muitos anos.Inclusive hoje consumo informação apenas pela internet. Seja para me atualizar do que está acontecendo no mundo, assistir serviços de streaming ou mesmo algo para descontrair. As despesas com plano de celular pode ser um grande ralo para o seu dinheiro. Esteja sempre atento aos melhores planos, pesquise os que tenham o melhor custo x benefício do momento.

Encontre novas fontes de renda

A forma mais fácil de se conseguir juntar o dinheiro necessário para sua reserva de emergência é fazer renda extra.Isso irá turbinar o crescimento da sua reserva de emergência, de forma extraordinária. E poderá, inclusive, ajudar a continuar poupando dinheiro, mesmo após ter conquistado o valor que estipulou como sendo o ideal para você. Para encontrar novas fontes de renda, pense nas qualidades e nos tipos de conhecimento que você possui.Isso poderá te dar um norte para começar nessa empreitada. Conheço pessoas que vendiam bombons para os colegas de trabalho. Outras que vendiam lanches naturais para o pessoal da faculdade.Nesse caso, o fato interessante é que a pessoa em questão fazia dinheiro suficiente para pagar a própria faculdade apenas com a venda dos lanches. Já vi muitas pessoas que começaram vendendo marmita e depois de um tempo até saiu do trabalho para dedicar apenas a esta atividade. E o legal que como a pessoa costuma fazer algo que gosta, para gerar a renda extra, quando dá certo, como este caso, ela passa a trabalhar com algo que realmente gera satisfação para ela. É importante utilizar sua criatividade. Em vários países é muito forte o serviço denominado de dog walker. São pessoas que auxiliam os proprietários de cachorros levando-os para passear. Já fiquei sabendo de pessoas que fazem um bom dinheiro desta forma, pois conseguiu angariar uma boa clientela e junta em um único passeio vários cachorros ao mesmo tempo, escolhendo de acordo com o porte do animal. Essa é inclusive uma atividade que para quem gosta de animais, pode dar grande prazer em fazer, e ainda ajuda na saúde fazendo a caminhada. Confesso que é uma atividade que eu estaria propenso a fazer se já não tivesse encontrado algo que faz meu coração cantar que é trabalho na internet. O mercado tradicional está migrando de forma muito forte para a internet. Por isso vemos grandes redes de lojas físicas investindo milhões para criar sua estrutura de vendas online. E as que estão conseguindo ter resultado estão com suas ações em alta na bolsa de valores. O dinheiro de empresas que antes era dedicado para fazer comerciais na TV, hoje foi direcionado para anúncios na internet. E por isso acho que trabalhar com marketing digital é uma ótima oportunidade de gerar renda extra, podendo ter a facilidade de trabalhar de casa, com a carga horária flexível. Dos diversos cursos que eu fiz, com o intuito de me aprofundar neste assunto, existem 2 que se destacam e acredito que pode te ajudar também. São eles:

Fórmula Negócio Online

Curso Método Resultado

Onde deixar o dinheiro da sua reserva de emergência

Temos que entender que qualquer dinheiro que fica parado, seja na conta corrente do banco ou em baixo do colchão está perdendo valor com o tempo. Os mesmos R$ 50,00 que hoje você gasta para ter uma boa refeição em um restaurante, daqui algum tempo não será mais suficiente. Portanto, é necessário fazer o dinheiro ser rentabilizado, pelo menos para não perder valor com a inflação. Como a reserva de emergência é um dinheiro destinado para ser utilizado em situação de urgência, existem certas exigências que devem ser consideradas antes de sair realizando qualquer aplicação. A aplicação deve ter as seguintes características:

  1. Alta liquidez, ou seja, quando se precisa, deve ser possível sacar o dinheiro na hora, ou pelo menos no próximo dia.

  2. Segurança: você não pode se arriscar aplicando em investimentos que flutuam tanto positivamente como negativamente no tempo, como é o caso de ações.Calma, ainda não é o momento de aplicar em ações.Você poderá fazer isso assim que conquistar a meta de juntar todo o dinheiro estipulado para a reserva de emergência.

  3. Rentabilidade maior que a inflação, para não perder poder de compra.

Algumas possibilidades de investimento para sua reserva de emergência seriam:

  1. CDB (Certificado de Depósito Bancário) com liquidez diária;

  2. Fundo DI (Fundos de Investimento) com taxa 0;

  3. Contas Remuneradas em 100% do CDI.

Para quem não tem muito traquejo para fazer este tipo de aplicação, existem plataformas virtuais que ajudam a fazer isso. A Warren é uma delas. O legal é que para investir através dela não é necessário saber os termos de finanças, normalmente utilizados em instituições bancárias. Respondendo perguntas simples como:

  1. Qual é o objetivo do dinheiro que vai juntar;

  2. Qual é o valor mensal que você pretende juntar;

  3. Em quanto tempo pretende atingir este objetivo;

  4. Qual é o valor inicial que irá aplicar.

A plataforma já consegue interpretar qual é a melhor alternativa para você. Clique aqui caso queria saber mais sobre a plataforma de investimento Warren.

Espero que eu tenha conseguido passar para você a importância de montar sua reserva de emergência e também te auxiliado a criar o caminho de como conquistar esta meta.

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#finanças #reservadeemergência

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo de leitura: 4 minutos No livro Do Mil ao Milhão, escrito por Thiago Nigro podemos identificar qual é o seu pensamento estratégico para conseguirmos alcançar 1 milhão de reais, na prática. Sim, e

Tempo de leitura: 12 minutos Ao longo da vida a gente vai acumulando hábitos de consumo que não são os melhores, pensando financeiramente, e jogam nosso dinheiro no lixo. Porém, como o próprio nome di