• Roberto Kirizawa

Natal é sinônimo de gratidão

Tempo de leitura: 4 minutos


Pra mim, quando penso em natal, a primeira coisa que me vem à mente é gratidão. E gratidão no sentido amplo da palavra. Não apenas no mero ato de dizer obrigado para alguém.

Gratidão, no meu ponto de vista, é saber apreciar tudo que acontece ou aconteceu com a gente. Independente, se no primeiro momento, achamos que determinada situação era boa ou ruim.

Evite agir por impulso

Temos a tendência de reagir aos acontecimentos sem dar o devido tempo para entender melhor como tirar o melhor proveito da situação. O mundo funciona de uma forma simples. Nós é que complicamos.

Lei a ação e reação

Tudo é baseado na lei da ação e reação. Nosso mundo interior se reflete no exterior, criando nossa realidade. Se espalhamos sorriso para as pessoas que convivemos, são sorrisos que de forma geral receberemos de volta. Se cumprimentamos as pessoas ao redor elas tenderão a ser mais calorosas conosco. Se ajudamos quem precisa, seremos ajudados. Agora, o que você acha que recebe de volta, uma pessoa mal humorada ou ingrata com todos ao seu redor? Pois é… quando sabemos apreciar as coisas que acontecem conosco e conseguimos exteriorizar esta gratidão, ela gera um ciclo virtuoso que só tende a se expandir cada vez mais.

A gratidão deve estar sempre presente

Não é porque uma pessoa não está em um bom dia e não respondeu ao seu cumprimento que seu dia também tem que ficar ruim. Você não pode dar à outras pessoas o poder de determinar o que você sente e como ficará o seu estado de espírito. Você é que tem tomar para si este poder. Aliás, isso é uma obrigação que temos que ter para conosco.

A gratidão gera a felicidade

Muitos não percebem, mas a gratidão está diretamente ligada à felicidade. Pessoas gratas são mais felizes e conseguem ter uma vida mais leve. E isso reflete também na saúde física.

As pessoas gratas são:

  1. Menos estressadas;

  2. Menos depressivas;

  3. Menos negativas;

  4. Menos ressentidas;

  5. Menos invejosas.

E considerando que nosso corpo físico reflete diretamente as condições mentais em nos encontramos, podemos dizer, com toda certeza, que pessoas tem gratidão em seus corações são mais saudáveis.

Viva o momento

Atualmente vivemos em um mundo tão complexo, com uma rotina tão corrida, que esquecemos de parar para sentir e agradecer o momento presente. Por isso, eu falo que é tão importante aprender a respirar, ou até meditar. Experimente parar de tempos em tempos durante seu dia e simplesmente respire. Sinta o ar entrando em seus pulmões, oxigenando seu corpo e renovando suas células. Faça isso pelo menos por 1 minuto. Isto é legal fazer principalmente naqueles momentos em que está se sentindo estressado, com raiva ou desesperado. Seja por causa do trabalho, de alguém que lhe respondeu atravessado ou outra coisa qualquer. Pratique a respiração profunda e sentirá que isso ajudará bastante.

Demonstre sua gratidão

Aproveitando, já que comecei a falar do que me ajuda a praticar a gratidão, considere sempre aproveitar as oportunidades de demonstrar sua gratidão. Faça isso imediatamente ao momento que ocorrer uma oportunidade. Sei que muitas vezes a gente está tão envolvido com um trabalho ou uma situação, que acabamos desperdiçando a oportunidade de demonstrar nossa gratidão para alguém no momento em que ocorre. Mas, ao contrário daquele lema que diz que não existe uma segunda chance para se dar uma primeira impressão, existe sim uma segunda chance para se agradecer algo que bom que tenha recebido de alguém. Assim que perceber que perdeu a primeira oportunidade de agradecer alguém por algo, crie uma situação para agradecer o mais rápido possível. Seja mandando uma mensagem, um e-mail ou um sinal de fumaça! Rsrs Mas não desperdice uma segunda chance de demonstrar seu agradecimento, certo?

Dicas para exercitar a gratidão

Então, aqui vai algumas dicas para você refletir e conseguir ser mais agradecido:

  1. Preste atenção nos acontecimentos diários;

  2. Exercite a gratidão com frequência;

  3. Reconheça seus erros e suas conquistas;

  4. Viva o presente;

  5. Aprenda a agradecer os outros e a si próprio;

  6. Quando algo não tão bom acontecer, tente mudar seu ponto de vista e encontrar o lado bom e até o aprendizado que pode tirar da situação;

  7. Aprenda a amar o que você tem: suas coisas, seus relacionamentos, seu trabalho, sua vida.

 

Programa Quando Menos é Mais

Caso tenha interesse no seu autodesenvolvimento, ser mais produtivo e até entender como lidar melhor com o seu dinheiro, considere dar uma olhada no Programa Quando Menos é Mais. Para saber mais, basta clicar no botão abaixo.


Programa Quando Menos é Mais

 

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#gratidão

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo de leitura: 5 minutos Hoje vamos conversar sobre o livro A Arte de Viver que foi escrito por Sharon Lebell, baseado no primeiro e mais admirável manual do Ocidente em como viver melhor, criado p

Tempo de leitura: 4 minutos Hoje vamos conversar sobre como muda de vida e conseguir conquistar seus objetivos. Muitas pessoas querem mudar de vida, mas não sabem como começar. Nem mesmo o que tem que