• Roberto Kirizawa

Jornada Minimalista

Tempo de leitura: 3 minutos


Antes de me tornar minimalista, a ideia que eu tinha, como todo mundo, era de que o minimalismo servia basicamente para destralhar a casa e o guarda roupas.

Acho que foi criado este senso comum devido aos inúmeros programas de TV que mostravam casas de pessoas acumuladoras abarrotadas de coisas e o desafio de desentulhar tudo aquilo.

Geralmente era um ou uma expert no assunto que participava do programa auxiliando no desentulhamento e explicando o que fazer para que o processo acontecesse de forma eficiente.

Mas conforme a gente vai incorporando o estilo de vida minimalista, passamos a pensar de forma diferente.

E essa nova forma de pensar faz com que a gente mude a forma de agir em todas as áreas da vida.

É como o estudo do hábito angular.

O hábito angular é aquele que ao ser inserido na rotina, tem a capacidade de irradiar seus efeitos por diversas áreas da vida da pessoa.

Por exemplo: quando uma pessoa consegue inserir o hábito de praticar exercícios no seu dia a dia, diversas outras coisas começam a ocorrer como consequência.

Ela começa a emagrecer e por isso ganha o estímulo de começar a se preocupar com a alimentação.

Melhorando sua silhueta com os exercícios e com a alimentação, começa a aumentar sua auto-estima.

Como passa a ter mais disposição, começa a ser mais produtiva no trabalho.

Os relacionamentos ficam mais prazerosos, pois só amando a si mesmo, para conseguir amar os outros.

E assim vai…

Olha só quanta coisa pode mudar na vida de uma pessoa, bastando inserir um bom hábito angular em sua vida.

Da mesma forma, o estilo de vida minimalista acaba fazendo a gente estar mais presente para as coisas que faz e pensa.

Tipo antes de comprar algo, é normal começar a refletir se realmente estamos precisando daquilo ou é apenas uma vontade momentânea.

E este tipo de pensamento também começa a aparecer em outras áreas da vida.

Começamos a nos tornar mais seletivos.

Selecionar melhor a comida que vamos comer, o trabalho que vamos fazer e até as pessoas que deixaremos entrar em nossas vidas.

A gente fica muito mais presente, sempre se perguntando: Quando Menos é Mais?

E isso é uma mão na roda, principalmente nos dias de hoje, em que somos abarrotados de informação por todos os lados.

Se você quer emagrecer, tem trocentas dietas que podem ser usadas.

Se quer ser mais produtivo, tem mais um número enorme de métodos para isso.

E dessa forma, a gente fica mergulhado nesse mar de informações, muitas vezes desconexas, e acaba se sentindo como se estivesse se afogando no meio delas.

Por isso, vou fazer a Jornada Minimalista, com o intuito de passar um pouco da minha experiência com o estilo de vida minimalista.

Como encontrei o minimalismo e comecei a usá-lo em minha vida.

As formas de como consegui trabalhar diversas áreas da vida para poder criar a base necessária para poder ser uma pessoa um pouco melhor a cada dia.

Aliás, esse é meu lema principal: poder ser uma versão melhor de mim mesmo, a cada dia.

Se você tiver interesse em acompanhar a Jornada Minimalista, ela será feita totalmente online e gratuita.

E espero com isso poder ajudar muitas pessoas que estão precisando de um norte para ajustar suas vidas e querem utilizar o estilo de vida minimalista para isso.

A Jornada Minimalista acontecerá na semana do dia 14 de setembro de 2020.

Serão ao todo 4 vídeos exclusivos e focado sobre este assunto.

Se você gosta do tema minimalismo e gostaria de utilizar o estilo de vida minimalista como ferramenta propulsora para ajustar sua vida, inscreva-se na Jornada Minimalista que sei que você aprenderá bastante.

INSCREVA-SE NA JORNADA MINIMALISTA

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#jornadaminimalista #minimalismo

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo