• Roberto Kirizawa

Isolamento Social – Por que é tão difícil

Tempo de leitura: 5 minutos


Como você está enfrentando o isolamento social? Muitos ainda não sabem como lidar com o isolamento social e se você quer saber mais sobre essa questão tão atual, fica comigo até o final que vou te explicar tudo que você precisa saber.

Tipos de isolamento social

Você sabe que existem dois tipos de isolamento social? O isolamento social pode ser voluntário ou involuntário.

Isolamento social voluntário

O isolamento social voluntário é motivado por um decisão pessoal. A pessoa, por conta própria, afasta-se de outras por diversas razões. Pode ser por causa de depressão ou sentimento de não identificação com as demais pessoas do seu círculo de convivência.

Isolamento social involuntário

O isolamento social involuntário se estabelece por uma força maior. Ela pode ser imposta pelo Estado ou por força de situações diversas, em que há uma ordem que impõe o isolamento. Isso pode ocorrer por diversas questões, como:

  1. Guerra, quando os civis são obrigados a isolar-se em casa ou em abrigos por segurança;

  2. Questões sanitárias que obrigue os indivíduos a isolarem-se para que não haja alastramento de doenças;

  3. Por crimes quando um criminoso é isolado da sociedade em um presídio para que ele não coloque-a em risco e vários outros motivos também.

Momento atual

Agora, com o governo decretando para que as pessoas:

  1. Evitem aglomerações;

  2. Suspendam a realização de grandes eventos na sociedade.

E pede que fiquem em casa o máximo possível, muitos têm dificuldade de lidar com o isolamento social involuntário.

Aproveite para repensar a vida

Pode não parecer, mas esse tem sido um bom momento para repensar a vida. E o minimalismo entra com força total ajudando a fazer as melhores escolhas. Auxiliando a se livrar de tudo aquilo que não faz mais sentido na vida.

Estilo de vida minimalista

Se você ainda não sabe o que o estilo de vida minimalista Quando Menos é Mais pode fazer na sua vida, eu já criei um conteúdo sobre este assunto. Clique aqui para saber mais sobre o assunto.

Um conto minimalista

Neste momento de tantas ansiedades e preocupações, quero falar de uma forma bem leve e descontraída, através de um conto para você lidar com esse isolamento com significado e propósito. Lembrando que os contos servem para tirarmos grandes lições de vida. São ensinamentos que nos ajudam a entender melhor nossas emoções. É uma linguagem que todos entendem, independente da idade, raça e cultura. E para cada um tem um significado valioso. Uma criança consegue compreender um conto. Para um adolescente pode significar um pouco mais. Um jovem adulto pode achar um pouco mais complexo. E pessoas mais maduras ou ate mesmo os idosos, uma compreensão cheia de descobertas e sentido na vida. Este é o valor dos contos, onde encontramos nossas próprias respostas, ou até mesmo solução para conflitos em nossas vidas.

Reflexão

Acredito que o minimalismo encaixa perfeitamente neste conto. Prepare-se para ressignificar o seu isolamento social.

- Mestre, como posso enfrentar o isolamento?
- Limpe sua casa, muito bem.
Em todos os cantos.
Mesmo aqueles que você nunca teve vontade, coragem e paciência de tocar
Torne sua casa brilhante e cuidada.
Remova a poeira, as teias, as impurezas.
Até as mais escondidas.
Sua casa representa você mesmo: se você cuida dela, você também cuida de si.
- Mestre, mas o tempo está longo.
Depois de cuidar de mim através da minha casa, como posso viver o isolamento?
- Conserte o que você pode consertar e elimine o que você não precisa mais.
Dedique-se ao remendo, borda os arranques das suas calças, costura bem as bordas desfiadas dos seus vestidos, restaura um móvel, conserte tudo o que vale a pena reparar.
O restante joga fora, com gratidão e com consciência de que seu ciclo terminou.
Arrumar e eliminar fora de você, permite consertar ou eliminar o que está dentro de você.
- Mestre e depois fazer o quê?
O que posso fazer o tempo todo sozinho?
- Semeia.
Uma semente em um vaso. 
Cuide de uma planta, regue-a todos os dias, fale com ela, dê um nome, tire as folhas secas e as ervas daninhas que podem sufocá-la e roubar energia vital preciosa.
É uma maneira de cuidar das suas sementes interiores, dos seus desejos, das suas intenções, dos seus ideais.
- Mestre e se o vazio vier me visitar?... 
Se o medo da doença e da morte chegar?
- Fale com ele.
Prepare a mesa para ele também.
Reserve um lugar para cada um dos seus medos.
Convide-os para jantar com você.
E pergunte-lhes por que eles chegaram de tão longe até sua casa.
Que mensagem querem trazer.
O que eles querem te comunicar?
- Mestre, acho que não consigo fazer isso...
- Não é o isolamento o seu problema, mas sim o medo de enfrentar seus dragões interiores.
Aqueles que você sempre quis afastar de você.
Agora você não pode fugir.
Olhe nos olhos deles, ouça-os e descobrirá que foi colocado contra a parede.
Você foi isolado para poder falar com você.
Como as sementes, que só podem brotar, se estiverem sozinhas. 

O autor é desconhecido, pelo menos pra mim. Caso saiba quem é o autor, coloque nos comentários para que se possa dar o devidos créditos.

Se você achou que esse conteúdo teve valor pra você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#autoconhecimento #autodesenvolvimento #isolamentosocial

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo de leitura: 5 minutos Hoje vamos conversar sobre o livro A Arte de Viver que foi escrito por Sharon Lebell, baseado no primeiro e mais admirável manual do Ocidente em como viver melhor, criado p

Tempo de leitura: 4 minutos Hoje vamos conversar sobre como muda de vida e conseguir conquistar seus objetivos. Muitas pessoas querem mudar de vida, mas não sabem como começar. Nem mesmo o que tem que