• Roberto Kirizawa

5 DA MANHÃ – NÃO CONSEGUI ACORDAR

Tempo de leitura: 8 minutos



Resolvi acordar às 5 da manhã por 30 dias para ver o que aconteceria em minha vida.

O estilo de vida minimalista faz com que a gente passe a se questionar mais.

Querer entender o que é essencial e o que não é interessante em nossas vidas.

E durante esta caminhada, quero estar aberto para novos conhecimentos e novas experiências que possam agregar à minha vida de alguma forma.

Por isso, resolvi experimentar entrar para o Clube das 5.

Ou seja, resolvi experimentar começar a acordar às 5 da manhã por 30 dias.

Começo da experiência acordando às 5 da manhã

Deixei para começar a experiência de acordar às 5 da manhã na minha folga.

Dessa forma, eu poderia me acostumar a acordar às 5 da manhã por 2 dias, antes de começar a semana de trabalho.

Porém, no primeiro dia da experiência eu estava tão preocupado em acordar às 5:00 da manhã que acordei de madrugada por diversas vezes.

E isso me deixou literalmente quebrado.

Quando o despertador tocou eu sentia que um caminhão tinha passado por cima de mim.

Estava com o corpo todo dolorido por não ter dormido direito naquela noite.

Pensei bem e achei melhor deixar para começar esta experiência em outro dia, pois eu não queria ficar mal o resto do dia, sem aproveitar e fazer o que tinha que fazer.

Estratégia para começar acordar às 5 da manhã

Arranjei uma outra estratégia para começar acordar às 5 da manhã.

Passei a acordar durante 1 semana cada dia um pouco mais cedo.

Eu acordava às 6:40 para ir ao trabalho.

Portanto no primeiro dia acordei às 6:15.

No dia seguinte acordei às 6:00.

E assim fui diminuindo gradativamente até conseguir acordar às 5 da manhã.

Primeiro dia acordando às 5 da manhã

No primeiro dia que acordei às 5 da manhã a primeira coisa que fiz realizar meu ritual diário da manhã.

  1. Vou ao banheiro;

  2. Passo o raspador de língua;

  3. Escovo meus dentes;

  4. Tomo meu copo de água;

  5. Lavo meu rosto e passo protetor;

Este ritual me faz acordar e sair do modo sonâmbulo.

É somente a partir deste momento que realmente me sinto desperto.

Isto vira a chave em mim e bate aquela motivação para começar o dia.

Como aproveitei o tempo que ganhei acordando mais cedo

Aproveitei o tempo acordando mais cedo para realizar meu ritual da manhã com mais calma.

Eu sempre fiz isso correndo devido a acordar com pouco tempo para me preparar e sair de casa.

Isso foi uma coisa boa.

Poder curtir o ritual e fazer as coisas concentrando no que se está fazendo é muito bom.

Eu não costumo tomar café da manhã.

Faço isso porque não sinto fome, nem tenho apetite logo que acordo.

Porém tenho sentido fome no trabalho.

Estou passando uma temporada morando no Japão e é normal eu ter que fazer horas extras e acabar conseguindo almoçar apenas às 15:00 horas.

Devido a isto, aproveitei este tempo para começar a tomar café da manhã, mesmo sem muito apetite.

Isto tem me ajudou bastante a não ter mais tanta fome no trabalho.

Aproveitei também para adicionar uma tarefa que exige bastante meu tempo que é escrever as pautas para os vídeos.

Inclusive esta pauta aqui foi criada durante o tempo que ganhei acordando às 5:00 da manhã.

Minhas dificuldades ao acordar às 5 da manhã

Uma das coisas que dificultaram muito eu começar a acordar às 5 da manhã, foi que por aqui no Japão, era inverno.

E o inverno do Japão é bem mais rígido que no Brasil.

Acordar com o dia totalmente escuro com menos 5 graus lá fora não é mole não.

Por mais que eu mantinha o ar condicionado ligado para controlar a temperatura do quarto, sair da cama quentinha foi bem difícil.

No terceiro dia da experiência senti um sono tremendo durante o dia.

Era muito fácil perder a concentração do que eu estava fazendo.

Percebi que o acúmulo de sono que deixei de dormir estava cobrando seu preço.

Acredito que isso aconteceu porque não tinha como eu dormir mais cedo, tendo em vista o horário do trabalho.

Eu costumo ir para a cama entre 23:00 e 24:00 hrs.

Mas aguentei firme até terminar a semana.

Fim de semana

Eu estava com dúvidas se acordaria às 5 da manhã, mesmo nos fins de semana, no início da experiência.

Porém, no fim da primeira semana percebi que seria inviável.

Sentia que precisava repor o sono que estava acumulado.

E foi isso que fiz.

Não cheguei a acordar muito tarde durante o fim de semana, porém não foi às 5 da manhã.

Levantei às 9 horas totalmente renovado.

Fiz isso nos 2 dias de folga.

Com isso senti que conseguiria seguir com a experiência na segunda semana.

Portanto, foi o que fiz.

Segunda Semana

Pensei que durante a segunda semana a experiência seria mais fácil.

Afinal de contas, o hábito de acordar mais cedo deveria começar a se consolidar.

Ledo engano.

Senti mais dificuldade de continuar acordando às 5 da manhã do que na primeira semana.

Os 2 primeiros dias até que foram razoáveis.

Porém, o restante dos dias eu praticamente estava me arrastando após o almoço.

Minha produtividade caiu a níveis que começaram a me prejudicar.

Por isso, ao terminar a segunda semana acordando às 5 da manhã, resolvi abortar este experimento.

Qual foi meu raciocínio

Como disse no começo, a ideia de realizar experiências como esta é de procurar hábitos que possam melhorar minha:

  1. Qualidade de vida;

  2. Produtividade;

  3. Saúde;

  4. Bem-estar.

Pra mim, não faz sentido fazer algo que não esteja indo ao encontro destes objetivos.

Pode acontecer de algo parecer ser bom, mas ao experimentar perceber que não seja.

E não faz sentido algum fazer algo que não faz bem para si mesmo.

O que eu gostei ao acordar às 5:00 da manhã

Com certeza, o ponto mais positivo para mim de acordar às 5:00 da manhã foi a ter um dia mais produtivo.

Isso, nos dias em que não estava quebrado, me arrastando de sono.

De manhã eu já ter adiantado parte da pauta me ajudava muito na produção de conteúdo.

Essa sensação de que você está adiantado nos seus afazeres dá uma sensação prazerosa de que você está no controle da situação.

Dicas para quem quer começar a fazer parte do Clube das 5

Você tem que entender que o sono é uma coisa muito importante em nossas vidas.

Não adianta querer acordar às 5 das manhã se realizar os devidos ajustes em sua rotina para que isso não te prejudique.

Será necessário ir dormir mais cedo, se quer acordar mais cedo.

Isso é lógico!

O seu corpo não vai aceitar ter menos tempo de horas de sono, somente porque você assim determinou.

E isso pode influenciar não apenas sua produtividade como também sua saúde.

A partir do momento em que conseguiu começar a dormir mais cedo, para conseguir acordar às 5 da manhã, é necessário levantar imediatamente assim que o despertador tocar.

Enrolar na cama colocando o despertador no modo “soneca” só fará você procrastinar e acabar enrolando na cama até que esteja atrasado.

Recomendo acordar às 5 da manhã?

Com certeza, se você tem interesse em acordar às 5 da manhã, eu recomendo esta prática.

Basta observar antecipadamente, que conseguirá ir para cama mais cedo.

Assim, seu corpo conseguirá manter a quantidade de horas de sono necessária para se recuperar para o dia seguinte.

Você poderá utilizar este período da manhã para adiantar atividades que sejam importantes para você como:

  1. Fazer exercícios;

  2. Adiantar um trabalho do dia;

  3. Meditar;

  4. Ler um livro.

Vou tentar novamente acordar às 5 da manhã?

Enquanto eu não tiver a possibilidade de ir para a cama mais cedo não tentarei mais fazer tal experiência.

Mas senti que fazer meu ritual matinal com calma mudou de forma significativa a sensação de bem estar durante o dia.

Apesar de não acordar às 5 da manhã, passei a acordar mais cedo.

Cedo o suficiente para poder fazer minha atividades de manhã com calma e estando plenamente presente.

Inclusive dando tempo para tomar um café da manhã adequado antes de começar efetivamente o meu dia de trabalho.

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#5damanhã #autodesenvolvimento #desenvolvimentopessoal #produtividade

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo de leitura: 5 minutos Hoje vamos conversar sobre o livro A Arte de Viver que foi escrito por Sharon Lebell, baseado no primeiro e mais admirável manual do Ocidente em como viver melhor, criado p

Tempo de leitura: 4 minutos Hoje vamos conversar sobre como muda de vida e conseguir conquistar seus objetivos. Muitas pessoas querem mudar de vida, mas não sabem como começar. Nem mesmo o que tem que