• Roberto Kirizawa

10 Hábitos Minimalistas

Tempo de leitura: 7 minutos


É fato que o minimalismo tem um impacto enorme em transformar nossas vidas. Hoje vou elencar os 10 hábitos minimalistas que fará sua vida mudar para um nível muito melhor.

1- Reflexão

A primeira coisa é antes de comprar qualquer coisa fazer uma reflexão. Se pergunte:

  1. Estou realmente precisando disso?

  2. Isso fará diferença em minha vida?

  3. Existe algo que já tenho que possa ser usado no lugar disso?

  4. Irei usá-lo?

  5. Com qual frequência?

  6. Vale a pena?

Estas perguntas te fará refletir melhor sobre o objeto de desejo. Se você ficar indeciso em responder alguma dessas perguntas é porque precisa repensar esta compra. Neste meio tempo, enquanto estiver pensando melhor sobre o assunto não se afobe para não acabar comprando por impulso.

2- Lista de desejos

O que me leva para o segundo hábito que é fazer sua lista de desejos. Quando estiver pensando em comprar algo, escreva este item em sua lista de desejo e coloque a data em que escreveu. Após isto aguarde pelo menos 30 dias. Procure não ficar pensando neste item durante este tempo. Uma vez por mês dê uma olhada na sua lista de desejos. Você ficará surpreso como em muitos casos você nem sentiu falta do item que colocou na lista de desejos. Comprovando assim que no precisa dele. Ou, às vezes, pode acontecer, neste meio tempo, de você adaptar outra coisa para usar no lugar e dar tão certo que perceberá que pode tirar o item da lista que não precisará mais comprá-lo. Mas, se mesmo assim ainda sentir que precisa do item, antes de comprar não esqueça de se fazer as perguntas que eu comentei no primeiro hábito, ok? Se após responder as perguntas estiver certo e consciente da compra, siga em frente.

Ah… e se lembre que pela lei de Pareto apenas 20% das nossas posses atendem 80% das nossas necessidades. Então, se você quer comprar algo de uma categoria que você ainda não tem, tudo bem, caso contrário é bem provável que já tenha algo que atenda a sua necessidade.

3- Entra algo, sai algo

O que me faz lembrar do terceiro hábito minimalista: para entrar algo de uma categoria que você já tenha é interessante sair algo da mesma categoria. Por exemplo, se você quer comprar uma camiseta, seria interessante que outra camiseta saísse do seu guarda roupas. Tire uma camiseta que não esteja mais em bom estado de uso ou que possa doar, por não estar usando mais. Pense no que pode desfazer para abrir espaço para o novo item entrar.Isto facilitará manter seu ambiente organizado e sem acúmulo de coisas.

4- Caixas para Doar e Vender

O que leva para ao quarto hábito: mantenha 2 caixas em sua casa. Em uma cole uma etiqueta escrito PARA DOAR. E na outra cole uma etiqueta escrito: PARA VENDER. Dependendo das do acúmulo de coisas que você tenha e esteja colocando nas caixas será necessário 1 vez por mês levar as coisas para doação e para vendas para o seu devido destino. Mas conforme você for destralhando sua casa, esse tempo irá aumentar chegando até ser trimestralmente.

5- Inventário minimalista

O quinto hábito minimalista é de tempos em tempos fazer um inventário do que tem. A ideia é a mesma do inventário que os comércios fazem para se certificarem do que possuem no estoque. Não precisa fazer o inventário da casa inteira de uma única vez. Faça por partes. Por exemplo em um dia pegue todas as roupas de uma gaveta. Certifique-se de que não tem nenhuma em mal estado que precisa ser descartada. Ou se não existe peças de roupas que não estão mais sendo usadas. Seja porque não combina com seu estilo ou porque você não gosta dela. Caso encontre, coloque imediatamente na caixa para vender ou doar. E vá fazendo assim, aos poucos cada espaço da casa. Faça com as roupas, itens de cozinha, de escritório, livros, eletrônicos e assim por diante.

Uma coisa importante que deve -se lembrar é que não é porque você fez o inventário de uma gaveta uma vez que não fará novamente após um tempo, ok? Este é um processo contínuo.

6- Manter ambientes organizados

O sexto hábito minimalista é manter os ambientes organizados. Isso é essencial para sentir-se bem no seu próprio ambiente. Seja sua casa ou seu ambiente de trabalho. Isso ajudará na sua produtividade, tendo em vista que conseguirá encontrar as coisas, quando precisar, de forma mais fácil. Também irá economizar seu dinheiro, pois não acabará comprando coisas pensando que acabou ou porque não estava encontrando. Uma coisa importante para manter os ambientes organizados é não ficar deixando para arrumar depois. Se acabou de usar, já guarda no seu devido lugar. Se acabou de comer, já lava a louça. Estar com seu ambiente organizado afeta o humor e a produtividade.

7- Aproveite dos ambientes minimalistas

Agora que você está com sua casa organizada, faça o sétimo hábito que é aproveitar os espaços que você abriu. Sabe aquela sala que estava toda bagunçada e não tinha espaço nem para andar direito? E agora que está limpa, desentulhada e organizada. Aproveite para usar este espaço que você conseguiu para começar a fazer outras coisas. Deixe o ambiente multi funcional. Faça:

  1. Exercícios em casa;

  2. Coloque um tapete para poder meditar;

  3. Utilize o espaço para estudar.

Desta forma você ficará motivado a manter o ambiente organizado.

8- Tire um tempo

O oitavo hábito minimalista é tirar um tempo para o que é importante. Você já percebeu que justamente o que é mais importante a gente acaba deixando de lado? Então comece a separar um tempo para:

  1. Praticar exercícios físicos;

  2. Preparar antecipadamente refeições saudáveis para você levar ao trabalho ou comer em casa;

  3. Ler um livro para seu crescimento pessoal, profissional e também como hobbie;

  4. Manter e melhorar seu relacionamento amoroso e social;

  5. Lazer para recarregar a bateria.

9- Dividir para conquistar

O nono hábito minimalista é dividir para conquistar. Ao invés de destralhar, ou inventariar todo seu guarda roupas de uma única vez, divida em partes. É melhor fazer uma gaveta por dia e ter ao término de 15 dias o seu guarda roupas arrumado, do que tentar fazer tudo em um único dia e se estressar por não ter conseguido. Da mesma forma faça para todos os ambientes da casa e do seu local de trabalho.

10- Vá com calma

E por fim, o décimo hábito minimalista é: vá com calma. Não precisa incorporar todos estes hábitos de uma única vez. Vá trabalhando aos poucos cada um deles até que chegue ao ponto de fazer sem pensar muito, ou exigir um grande esforço. Caso esqueceu de organizar a mesa hoje, não se puna mentalmente dizendo para você mesmo que não conseguirá alcançar este objetivo. Tenha paciência consigo mesmo. Muitas vezes temos mais paciência com os outros, do que com nós mesmo, já percebeu isso? Quantas vezes você não fica pra baixo e irritado consigo mesmo por um erro que cometeu e isso estraga todo o seu dia? Se errou, respire fundo e siga em frente. Volte com o seu propósito e com a rotina proposta. Só não deixe que por um escorregão cometido, largue mão de continuar com o seu plano, ok?

Se você achou que este conteúdo teve valor para você e pode ajudar alguém que você conheça, compartilhe-o como demonstração de carinho.

Muito obrigado e até a próxima.


#hábitosminimalistas #minimalismo

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo